30 de Outubro • Dia Nacional da Luta Contra o Reumatismo

Diferente do que muitos pensam o reumatismo não atinge somente idosos, pode também atingir pessoas de todas as idades, inclusive crianças.

Esse dia relembra a importância do diagnóstico precoce e tratamento adequado. Reumatismo é um termo que reúne várias doenças que comprometem os ossos, articulações, cartilagens, músculos, tendões e ligamentos, além de algumas doenças do sistema imunológico, entre elas artrose, tendinite, bursite, lombalgia, gota, artrite reumatoide, lúpus, fibromialgia entre outras.

Essas doenças podem comprometer diversos órgãos como os rins, o coração, os pulmões e o intestino, assim como a pele.

SINTOMAS

• dores nas articulações, principalmente por mais de seis semanas;
• vermelhidão, calor e inchaço nas articulações;
• dificuldade para movimentar as articulações ao acordar;
• dores ao esticar os braços sobre a cabeça;
• dores ao elevar os ombros até tocar o pescoço.

TRATAMENTO

Todo tratamento deve ser individualizado, mas medidas para prevenção e tratamento envolvem melhorias no estilo de vida, incluindo prática de atividades físicas e controle de peso.

Uma alimentação saudável, com ação antioxidante e anti-inflamatória e o tratamento farmacológico (uso de medicamentos).

ALIMENTAÇÃO ADEQUADA

Alimentos vindos da horta, que são os vegetais, frutas, tubérculos e ervas. Também deve consumir os cereais integrais, lembrando que estes entram em substituição aos cereais refinados, aos alimentos industrializados em geral e também evitar alimentos ultra processados, enlatados, embutidos e com adição de corantes, conservantes e adoçantes.
Hábitos simples, como ter uma vida ativa, banho de sol diário e hidratação na medida certa, alimentação equilibrada, variada e adequada podem fazer toda a diferença em qualquer momento da vida. São hábitos saudáveis que, quando colocados em prática, nos permite uma qualidade de vida.

Hábitos saudáveis são escudos para a maioria das doenças!

 

Seguro pode proteger a renda de profissionais liberais

No dia a dia, muitos imprevistos podem acontecer, e para minimizar as consequências de tais fatores de risco, a contratação de um seguro de vida é fundamental. O objetivo desse tipo de seguro é auxiliar com recursos financeiros, caso o provedor venha a faltar. A Porto Seguro, por exemplo, oferece o Seguro de Vida Individual em que o segurado pode contar com coberturas como a Diária por Incapacidade Temporária (DIT), por exemplo, que é ideal para profissionais liberais, que têm como uma das principais preocupações a impossibilidade de trabalhar por razões de doença e/ou acidente. Com ela, é possível proteger seus rendimentos em casos que os impossibilitem de trabalhar. A cobertura DIT é uma cláusula que pode ser contratada adicionalmente ao Seguro de Vida Individual da Porto Seguro e um dos diferenciais é a possibilidade do pagamento de até 365 diárias compatíveis com a renda. As diárias são pagas de acordo com o valor contratado, podendo chegar a R$ 1.000 por dia. Doença, a partir do 11º dia de afastamento das atividades profissionais, e acidente, a partir de sete dias. A DIT possui cobertura, também, para Lesão por Esforço Repetitivo (LER), Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho (DORT) e Lesão por Trauma Cumulativo (LTC). Para se ter uma ideia, até que o profissional seja amparado pelo auxílio-doença do INSS, que leva em média 45 dias e possui valor limite de R$ 5.189,82 por mês, seus rendimentos poderão cair significativamente. O trabalhador deve considerar que o valor concedido pelo INSS é calculado por uma média das contribuições realizadas e o contribuinte tem como garantia, em média, apenas 70% de sua renda, o que ocasiona uma redução considerável do salário quando estiver recebendo o auxílio. Com isso, a cobertura DIT é uma boa alternativa para quem quer complementar a renda. Para Jaime Prazeres, gerente comercial do Seguro Vida da Porto Seguro, a contratação da DIT é indispensável para que o profissional mantenha a qualidade de vida. “Alguns profissionais dependem da capacidade física para exercer sua atividade e um braço quebrado, por exemplo, pode impossibilitá-lo de realizar seu trabalho e, consequentemente, reduzir a receita mensal, causando grandes transtornos. A cobertura DIT oferece ao profissional uma segurança financeira e garante que a renda mensal não seja prejudicada em caso que o impeça de trabalhar”.   Fonte: Revista Apólice
 

Se beber, não dirija!

Os principais efeitos do álcool no organismo são: diminuição da coordenação motora, visão distorcida, dupla e fora de foco, raciocínio e reações lentas, falta de concentração, diminuição ou perda do espírito crítico, além da baixa qualidade de julgamento.Aproveite o carnaval com segurança:Se você pretende beber, vá de táxi.Se for de carro e resolver beber, volte de carona.Ao sair com amigos, escolha um para ser o “motorista da vez”, aquele que ficará sem beber para poder dirigir. #sebebernãodirija #carnavalseguro #voudecarona
 

29 de maio - Dia Mundial da Saúde Digestiva

Ajustes no estilo de vida favorecem a saúde do estômagoBons hábitos alimentares, associados a certos cuidados, podem proteger seu estômago ou, pelo menos, atenuar sintomas quando já existem doenças gástricas instaladas. Até porque nem sempre é possível evitar todos os fatores que as causam.VEJA, PORTANTO, COMO AJUDAR1. Fracione a alimentação, comendo a cada três horas, para que o ácido presente no estômago sempre tenha utilidade. 2. Evite comidas gordurosas, que exigem produção de muito suco gástrico e maior gasto de energia atrapalhando outras funções.3. Capriche no café da manhã e jante com paciência. A ingestão alimentar deve acompanhar o rítmo do dia.4. Mastigue bem os alimentos. A digestão começa na boca.5. Não fume. O cigarro causa danos a todo o aparelho digestório.6. Só vá para a cama 90 minutos depois de comer.7. Tome cuidado com a automedicação. Há remédios que irritam a mucosa gástrica, como os antinflamatórios.8. Reduza o estresse do dia a dia, que também estimula a produção de acidez. O QUE PROVOCA QUEIXAS1. Doenças do refluxo gastroesofágicoRetorno do conteúdo do estômago para o esôfago, caracterizando azia.2. GastriteInflamação na mucosa gástrica que ocasiona dor3. ÚlceraLesão na mucosa do estômago que causa dor e pode perfurar a parede da região.