30 de Outubro • Dia Nacional da Luta Contra o Reumatismo

Diferente do que muitos pensam o reumatismo não atinge somente idosos, pode também atingir pessoas de todas as idades, inclusive crianças.

Esse dia relembra a importância do diagnóstico precoce e tratamento adequado. Reumatismo é um termo que reúne várias doenças que comprometem os ossos, articulações, cartilagens, músculos, tendões e ligamentos, além de algumas doenças do sistema imunológico, entre elas artrose, tendinite, bursite, lombalgia, gota, artrite reumatoide, lúpus, fibromialgia entre outras.

Essas doenças podem comprometer diversos órgãos como os rins, o coração, os pulmões e o intestino, assim como a pele.

SINTOMAS

• dores nas articulações, principalmente por mais de seis semanas;
• vermelhidão, calor e inchaço nas articulações;
• dificuldade para movimentar as articulações ao acordar;
• dores ao esticar os braços sobre a cabeça;
• dores ao elevar os ombros até tocar o pescoço.

TRATAMENTO

Todo tratamento deve ser individualizado, mas medidas para prevenção e tratamento envolvem melhorias no estilo de vida, incluindo prática de atividades físicas e controle de peso.

Uma alimentação saudável, com ação antioxidante e anti-inflamatória e o tratamento farmacológico (uso de medicamentos).

ALIMENTAÇÃO ADEQUADA

Alimentos vindos da horta, que são os vegetais, frutas, tubérculos e ervas. Também deve consumir os cereais integrais, lembrando que estes entram em substituição aos cereais refinados, aos alimentos industrializados em geral e também evitar alimentos ultra processados, enlatados, embutidos e com adição de corantes, conservantes e adoçantes.
Hábitos simples, como ter uma vida ativa, banho de sol diário e hidratação na medida certa, alimentação equilibrada, variada e adequada podem fazer toda a diferença em qualquer momento da vida. São hábitos saudáveis que, quando colocados em prática, nos permite uma qualidade de vida.

Hábitos saudáveis são escudos para a maioria das doenças!

 

Informativo da Saúde • 24 de Abril • Dia Mundial de Combate à Meningite

Meningite é uma infecção que se instala principalmente quando uma bactéria ou vírus, por alguma razão, consegue vencer as defesas do organismo e ataca as meninges, três membranas que envolvem e protegem o encéfalo, a medula espinhal e outras partes do sistema nervoso central. Mais raramente, as meningites podem ser provocadas por fungos ou pelo bacilo de Koch, causador da tuberculose.São cerca de 1 MILHÃO DE PESSOAS contraindo meningite todos os anos no mundo, das quais aproximadamente 500.000 são acometidas pela doença MENINGOCOCÓCICA INVASIVA.Tipos de MENINGITESA. MENINGITES VIRAISNas meningites virais, o quadro é mais leve. Os sintomas se assemelham aos das gripes e resfriados. A doença afeta principalmente as crianças, que têm febre, dor de cabeça, um pouco de rigidez da nuca, ausência de apetite e ficam irritadas.B. MENINGITES BACTERIANASAs meningites bacterianas são mais graves e devem ser tratadas imediatamente. Em pouco tempo, os sintomas aparecem:febre alta, mal-estar, vômitos, dor forte de cabeça e no pescoço, dificuldade para encostar o queixo no peito e, às vezes, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo.C. MENINGITE FÚNGICAOs sinais são basicamente os mesmos das demais: febre alta, dor de cabeça intensa, rigidez no pescoço/nuca, náusea, vômito, confusão mental e sensibilidade à luz.DIAGNÓSTICOTodos os tipos de meningite são de comunicação compulsória para as autoridades sanitárias. O diagnóstico baseia-se na avaliação clínica do paciente e no exame do líquor, líquido que envolve o sistema nervoso, para identificar o tipo do agente infeccioso envolvido.TRATAMENTOO tratamento das meningites bacterianas tem de ser introduzido sem perda de tempo, porque a doença pode ser letal ou deixar sequelas, como surdez, dificuldade de aprendizagem, comprometimento cerebral. Assim como para as outras enfermidades causadas por vírus, não existe tratamento específico para as meningites virais.Na vidência de algum dos sinais ou sintomas informados procure um serviço médico.
 

Informativo da Saúde • 17 de Abril • Dia Internacional da Hemofilia.

HEMOFILIA é uma doença genético- hereditária, isto é, transmite-se de pais para filhos. Em cerca de 70% DOS CASOS há uma história familiar de hemofilia,  mas em 30% DOS CASOS a hemofilia é esporádica, ou seja, há uma mutação genética. Números de casos da hemofilia a NÍVEL MUNDIALEm todo o mundo + de 350.000 PESSOAS TEM HEMOFILIASINTOMASSinais e sintomas frequentes na presença de HEMOFILIA• Presença frequente de hematomas durante a infância;• Perdas de sangue espontâneas nas articulações / músculos;• Perda de sangue excessiva quando comparado com a gravidade do ferimento;• Pequenas perdas de sangue no nariz e boca.Na presença de qualquer um destes sinais/sintomas, consulte o seu médico.EXAME PARA DIAGNÓSTICO• Tempo de Coagulação;• Níveis de fator de coagulação;• Presença ou ausênciado fator de coagulação.
 

Informativo da Saúde • Benefícios da Àgua

A água é um recurso essencial para a sobrevivência de todos os seres vivos. Ela atua mantendo nosso corpo hidratado, ajuda no transporte de substâncias, regula a nossa temperatura e participa de reações químicas.A IMPORTÂNCIA DA HIDRATAÇÃOAjuda a prevenir a constipaçãoUmedece tecidos da boca, olhos e nariz.Evita inchaço e retenção de líquidos.Auxilia na absorção de diversos nutrientes.Diminui o desgaste dos rinsAuxiliando na eliminação de diversas substâncias.DICASColocar rodelas de limão, hortelã ou frutas vermelhas na água pode ser um bom incentivo para ingerir mais líquidos.Inclua na sua dieta alimentos como frutas, sucos de frutas, verduras e legumes.