Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio

Todos os anos no DIA MUNDIAL DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO (10 de setembro), a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta para este grave problema de saúde pública responsável por uma morte a cada 40 segundos no mundo.

Segundo últimas estatísticas da agência da ONU, mais de 800 MIL PESSOAS MORREM por suicídio todos os anos no mundo, sendo a segunda principal causa de morte entre jovens com idade entre 15 e 29 anos.
75% dos suicídios ocorrem em países de baixa e média renda.

Para cada suicídio, há muito mais pessoas que tentam a cada ano. A tentativa prévia é o fator de risco mais importante para o suicídio na população em geral”

A ingestão de pesticida, enforcamento e armas de fogo estão entre os métodos mais comuns de suicídio em nível global.

Enfrentamento de conflitos, desastres, violência, abusos ou perdas e um senso de isolamento estão fortemente associados com o comportamento suicida

REGRAS DOS 4D
São quatro os sentimentos principais de quem pensa em se matar. Todos começam com ¨D¨:

DEPRESSÃO
DESAMPARO
DESESPERANÇA
DESESPERO

Caso note alguém com este comportamento, oriente a procurar ajuda médica especializada. A tarefa mais importante é ouvi-las efetivamente. Conseguir esse contato e ouvir é por si só o maior passo para reduzir o nível de desespero suicida.

COMO SE COMUNICAR :

OUÇA ATENTAMENTE E COM CALMA
TENTE ENTENDER OS SENTIMENTOS DA PESSOA
DÊ MENSAGENS NÃO VERBAIS DE ACEITAÇÃO E RESPEITO
EXPRESSE RESPEITO PELAS OPNIÕES E PELOS VALORES DA PESSOA
CONVERSE HONESTAMENTE E COM AUTENTICIDADE
MOSTRE SUA PREOCUPAÇÃO, CUIDADO E ATENÇÃO
FOCALIZE NOS SENTIMENTOS DA PESSOA
INCENTIVE A PESSOA A PROCURAR AJUDA PROFISSIONAL

 

Informativo da Saúde • 24 de Abril • Dia Mundial de Combate à Meningite

Meningite é uma infecção que se instala principalmente quando uma bactéria ou vírus, por alguma razão, consegue vencer as defesas do organismo e ataca as meninges, três membranas que envolvem e protegem o encéfalo, a medula espinhal e outras partes do sistema nervoso central. Mais raramente, as meningites podem ser provocadas por fungos ou pelo bacilo de Koch, causador da tuberculose.São cerca de 1 MILHÃO DE PESSOAS contraindo meningite todos os anos no mundo, das quais aproximadamente 500.000 são acometidas pela doença MENINGOCOCÓCICA INVASIVA.Tipos de MENINGITESA. MENINGITES VIRAISNas meningites virais, o quadro é mais leve. Os sintomas se assemelham aos das gripes e resfriados. A doença afeta principalmente as crianças, que têm febre, dor de cabeça, um pouco de rigidez da nuca, ausência de apetite e ficam irritadas.B. MENINGITES BACTERIANASAs meningites bacterianas são mais graves e devem ser tratadas imediatamente. Em pouco tempo, os sintomas aparecem:febre alta, mal-estar, vômitos, dor forte de cabeça e no pescoço, dificuldade para encostar o queixo no peito e, às vezes, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo.C. MENINGITE FÚNGICAOs sinais são basicamente os mesmos das demais: febre alta, dor de cabeça intensa, rigidez no pescoço/nuca, náusea, vômito, confusão mental e sensibilidade à luz.DIAGNÓSTICOTodos os tipos de meningite são de comunicação compulsória para as autoridades sanitárias. O diagnóstico baseia-se na avaliação clínica do paciente e no exame do líquor, líquido que envolve o sistema nervoso, para identificar o tipo do agente infeccioso envolvido.TRATAMENTOO tratamento das meningites bacterianas tem de ser introduzido sem perda de tempo, porque a doença pode ser letal ou deixar sequelas, como surdez, dificuldade de aprendizagem, comprometimento cerebral. Assim como para as outras enfermidades causadas por vírus, não existe tratamento específico para as meningites virais.Na vidência de algum dos sinais ou sintomas informados procure um serviço médico.
 

Dia Mundial da Água • 22 de Março

Diante da importância da água para a nossa sobrevivência e da necessidade urgente de manter esse recurso disponível, surgiu o Dia Mundial da Água. A água é um recurso essencial para a sobrevivência de todos os seres vivos. Ela atua mantendo nosso corpo hidratado, ajuda no transporte de substâncias, regula a nossa temperatura e participa de reações químicas.A IMPORTÂNCIA DA HIDRATAÇÃOAjuda a prevenir a constipaçãoUmedece tecidos da boca, olhos e nariz.Evita inchaço e retenção de líquidos.Auxilia na absorção de diversos nutrientes.Diminui o desgaste dos rinsAuxiliando na eliminação de diversas substâncias. DICAS• Colocar rodelas de limão, hortelã ou frutas vermelhas na água pode ser um bom incentivo para ingerir mais líquidos.• Coloque um alarme no relógio, no celular ou no computador, para lembrar que está na hora de se hidratar.• Inclua na sua dieta alimentos como frutas, sucos de frutas, verduras e legumes.
 

Informativo da Saúde • Carnaval Seguro 2019

Doenças Sexualmente Transmissíveis As (DST) são causadas por vários tipos de agentes. São transmitidas, principalmente, por contato sexual sem o uso de camisinha, com uma pessoa que esteja infectada e, geralmente, se manifestam por meio de feridas, corrimentos, bolhas ou verrugas. HIV/AIDS Aids, ou Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, é uma doença infecto-contagiosa causada pelo vírus HIV (Human Immunodeficiency Virus), que leva à perda progressiva da imunidade. A doença caracteriza-se por um conjunto de sinais e sintomas advindos da queda de defesa imunológica do organismo.TRANSMISSÃO HIV/AIDS• Relações Sexuais (vaginal, oral e anal) sem o uso correto da camisinha;• Transfusão de sangue (ou derivados) contaminados;• Uso de drogas injetáveis, utilizando agulhas ou seringas de pessoas infectadas;PEP SEXUAL - PROFILAXIA PÓS-EXPOSIÇÃO• É uma forma de prevenção da infecção pelo HIV usando os medicamentos que fazem parte do coquetel utilizado no tratamento da Aids, para pessoas que possam ter entrado em contato com o vírus recentemente.• Essa forma de prevenção já é usada com sucesso nos casos de violência sexual e de profissionais de saúde que se acidentam com agulhas e outros objetos cortantes contaminados.PREVENÇÃO: PRESERVATIVOS (MASCULINO/FEMININO).IMPORTANTE: Somente um médico pode diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.Atenção: No caso de um possível contato com o vírus HIV, busque, o quanto antes, um serviço credenciado. Esse primeiro atendimento é considerado de urgência porque o uso dos medicamentos deve começar o mais cedo possível. O ideal é que comece a tomar a medicação em até 2 horas após a exposição ao vírus HIV e no máximo após 72 horas. A eficácia da PEP pode diminuir à medida que as horas passam.