Dia Nacional de luta da Pessoa com Deficiência

21 de setembro

Esta data foi criada com o objetivo de conscientizar sobre a importância do desenvolvimento de meios de inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.

A criação do Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência foi uma iniciativa do Movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes – MDPD, grupo que debate propostas de transformações sociais em prol das pessoas com deficiência desde 1979.

Oficialmente, esta data foi criada a partir do decreto de lei nº 11.133, de 14 de julho de 2005, mas já era celebrada a nível extraoficial desde 1982.

O preconceito e a inacessibilidade pública também são dois pontos centrais a serem debatidos durante esta data, e que são responsáveis por dificultar a vida dessas pessoas.
Pessoa com deficiência é a aquela que possui alguma limitação para o desenvolvimento de uma determinada atividade, se enquadrando nas seguintes categorias.

• deficiência física;
• deficiência visual;
• deficiência auditiva;
• deficiência mental;
• deficiência múltipla;

Quando comemoramos esse dia não podemos esquecer as principais conquistas da pessoa com deficiência.

ACESSIBILIDADE
Utilização com segurança e autonomia, total ou assistida, dos espaços públicos ou coletivos.

INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA
A inclusão de pessoas com deficiência é fundamental para as organizações, tanto pela responsabilidade social quanto pela aprendizagem da equipe e por respeito a esse público.

A ATENÇÃO INTEGRAL PARA PESSOA COM DEFICIÊNCIA
Compreende ações de promoção, prevenção, assistência, reabilitação e manutenção da saúde.

 

Dia Mundial à Tuberculose

A tuberculose, transmitida pelo Mycobacterium tuberculosis, o bacilo de Koch, é provavelmente a doença infecto-contagiosa que mais mortes ocasiona no Brasil. Estima-se, ainda, que mais ou menos 30% DA POPULAÇÃO MUNDIAL estejam infectados, embora nem todos venham a desenvolver a doença. O bacilo de Koch é transmitido nas gotículas eliminadas pela respiração, por espirros e pela tosse.Sintomas• Tosse por mais de duas semanas• Produção de catarro• Febre• Transpiração• Cansaço• Dor no peito• Falta de apetiteCASOS AVANÇADOS:• Emagrecimento• Escarro com sangue.TRATAMENTO:• O tratamento é feito com três medicamentos diferentes.• O bacilo da tuberculose cresce fora e dentro da célula de defesa.• Quando está fora, não só se multiplica muito rápido como adquire resistência também muito depressa.• Para impedir seu crescimento e divisão fora da célula se fazem necessárias as três drogas e o tempo mais prolongado de tratamento.• É fundamental seguir à risca o tratamento.RECOMENDAÇÕES• Portadores do vírus HIV e de doenças como diabetes, por exemplo, podem desenvolver formas graves de tuberculose. Por isso, devem manter-se sob constante observação médica;• Familiares e pessoas próximas aos infectados devem manter certos cuidados básicos como forma de afastar o risco de contágio durante a fase inicial da doença;• Não suspenda o uso da medicação antes do prazo previsto.• Leve seu filho para tomar a vacina BCG contra a tuberculose. Se não foi vacinado, aos cinco anos, deve fazer o teste de Mantoux, ou PPD. Caso não apresente reação, deve ser vacinado em qualquer faixa de idade.O TRATAMENTO A TUBERCULOSE É GRATUITO NA REDE PÚBLICA E DEVE SER INICIADO IMEDIATAMENTE.
 

Informativo Calendário de Vacinas

VACINAS são substâncias que possuem como função estimular nosso corpo a produzir respostas imunológicas. Elas são produzidas a partir do próprio agente causador da doença, que é colocado em nosso corpo de forma enfraquecida ou inativada. Apesar de não causar a doença, as formas atenuadas e inativadas do antígeno são capazes de estimular nosso sistema imunológico.A importância da vacinação vai muito além da prevenção individual. Ao se vacinar, você está ajudando toda a comunidade a diminuir os casos de determinada doença. CALENDÁRIO DE VACINAÇÃOCRIANÇAS até 10 anosao nascer BCG-ID + Hepatite B2 meses VIP + Rotavírus + Pentavalente + Pneumo 103 meses Meningo C Conjugada4 meses VIP + Rotavírus + Pentavalente + Pneumo 105 Meses Meningo Conjugada6 meses VIP + Pentavalente9 meses Febre Amarela12 meses Triviral (SRC) + Pneumo 10 + Meningo C15 meses Tetraviral (SRCV) + Hepatite A + VOP + DTP4 anos DTP + VOP + Febre Amarela5 anos Influenza9 anos HPVMELHOR IDADE a partir dos 60 anos• Hepatite B• Dupla Adulto (dt)• Febre Amarela• Pneumo 23• InfluenzaADOLESCENTES de 11 a 20 anos• Hepatite B• Dupla Adulto (dt)• Febre Amarela• Tríplice Viral• HPV QuadrivalenteADULTOS de 20 a 60 ANOS• Hepatite B• Dupla Adulto (dt)• Febre Amarela• Tríplice Viral
 

INFORMATIVO DA SAÚDE • PROTETOR SOLAR

O FATOR DE PROTEÇÃO SOLAR (FPS) É UM ÍNDICE QUE DETERMINA O TEMPO DE EXPOSIÇÃO AOS RAIOS SOLARES, COM A PELE DEVIDAMENTE PROTEGIDA, SEM QUE OCORRA A VERMELHIDÃO, GERADA PELA DILATAÇÃO DOS VASOS SANGUÍNEOS.Imagine que o tempo de exposição ao Sol capaz de gerar a vermelhidão em um indivíduo com a pele desprotegida seja de 5 minutos. Com o uso de um protetor solar de FPS 20, esse tempo será 20 vezes maior, assim, o indivíduo poderá permanecer exposto aos raios solares por até 100 minutos sem sofrer danos. (20x5=100)RAIOS UVA E UVBOs raios UVA penetram profundamente na pele e são os principais responsáveis pelo envelhecimento das células da epiderme. Essa radiação também tem uma participação em alergias, e predispõe a pele ao surgimento do câncer. A radiação UVB é mais intensa durante o verão, devido as elevadas temperaturas, predominantemente entre as 10h da manhã e às 16h da tarde. Esta radiação penetra superficialmente a pele e é a responsável pelas queimaduras provocadas pelo sol.ENTÃO, O QUE DEVEMOS OBSERVAR NO RÓTULO DE UM FILTRO SOLAR?Para não errar na escolha do produto, entenda as informações contidas no rótulo:Encontre o termo “amplo espectro”. Isso significa que o filtro solar pode proteger sua pele dos dois tipos de raios UV prejudiciais – os raios UVA e UVB, além do infravermelho e luz visível;Fique atento ao FPS. Para uma proteção eficaz da pele, recomenda-se filtro solar com índice de FPS 30 ou superior; O FPS indica a proteção aos raios UVB. Outra informação muito importante é o PPD, que mede a proteção ao UVA. Um bom PPD deve corresponder a 30% do valor do FPS. Por exemplo, se o FPS é 30, o PPD deve ser, no mínimo 10;Resistente à água.Isso significa que o filtro solar vai durar mais tempo na pele, ainda que a mesma esteja molhada. Note que nem todos os filtros solares são resistentes à água;Reaplicação do filtro solar.Sempre reaplicar o filtro solar após sudorese intensa/ prática de esportes, após entrar na água e a cada 3 horas;Filtro Solar sem repelente de insetos.Há filtros que possuem também repelentes de insetos, porém, dermatologistas recomendam comprar os produtos separadamente, isso porque o repelente deve ser reaplicado com menos frequência que os filtro solar. O filtro solar sempre deve ser aplicado antes do repelente