Informativo da Saúde • Direção Perigosa

Os principais motivos de ACIDENTES
O Ministério das Cidades informou que dados da Polícia Rodoviária Federal apontam que o Carnaval é o feriado com o maior número de mortes nas rodovias federais. Os principais motivos de acidentes, são:
• FALTA DE ATENÇÃO
• CONSUMO DE ÁLCOOL
• IMPRUDÊNCIA DOS MOTORISTAS
• VELOCIDADE ALTA
• CANSAÇO

Durante o carnaval pode ser observado os efeitos nocivos do álcool quando ingerido de forma abusiva ou inadequada.
Dependendo das condições da pessoa, da dose e da frequência com que o álcool é usado, pode trazer desde pequenos desconfortos no dia seguinte - ressaca, até situações clínicas graves, além das várias possibilidades de acidentes.

EFEITOS DO ÁLCOOL NO ORGANISMO

• Diminuição da coordenação motora
• Visão distorcida (fora e foco)
• Raciocínio lento
• Baixa qualidade de julgamento

DICAS

• Ao sair com amigos, escolha um para ser o “motorista da vez”, aquele que ficará sem beber para poder dirigir
• Não dirija e use o celular
• Se você pretende beber, vá de táxi
• Se for de carro e resolver beber, volte de carona

 

Informativo da Saúde • Benefícios da Àgua

A água é um recurso essencial para a sobrevivência de todos os seres vivos. Ela atua mantendo nosso corpo hidratado, ajuda no transporte de substâncias, regula a nossa temperatura e participa de reações químicas.A IMPORTÂNCIA DA HIDRATAÇÃOAjuda a prevenir a constipaçãoUmedece tecidos da boca, olhos e nariz.Evita inchaço e retenção de líquidos.Auxilia na absorção de diversos nutrientes.Diminui o desgaste dos rinsAuxiliando na eliminação de diversas substâncias.DICASColocar rodelas de limão, hortelã ou frutas vermelhas na água pode ser um bom incentivo para ingerir mais líquidos.Inclua na sua dieta alimentos como frutas, sucos de frutas, verduras e legumes.
 

Informativo da Saúde • 24 de Abril • Dia Mundial de Combate à Meningite

Meningite é uma infecção que se instala principalmente quando uma bactéria ou vírus, por alguma razão, consegue vencer as defesas do organismo e ataca as meninges, três membranas que envolvem e protegem o encéfalo, a medula espinhal e outras partes do sistema nervoso central. Mais raramente, as meningites podem ser provocadas por fungos ou pelo bacilo de Koch, causador da tuberculose.São cerca de 1 MILHÃO DE PESSOAS contraindo meningite todos os anos no mundo, das quais aproximadamente 500.000 são acometidas pela doença MENINGOCOCÓCICA INVASIVA.Tipos de MENINGITESA. MENINGITES VIRAISNas meningites virais, o quadro é mais leve. Os sintomas se assemelham aos das gripes e resfriados. A doença afeta principalmente as crianças, que têm febre, dor de cabeça, um pouco de rigidez da nuca, ausência de apetite e ficam irritadas.B. MENINGITES BACTERIANASAs meningites bacterianas são mais graves e devem ser tratadas imediatamente. Em pouco tempo, os sintomas aparecem:febre alta, mal-estar, vômitos, dor forte de cabeça e no pescoço, dificuldade para encostar o queixo no peito e, às vezes, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo.C. MENINGITE FÚNGICAOs sinais são basicamente os mesmos das demais: febre alta, dor de cabeça intensa, rigidez no pescoço/nuca, náusea, vômito, confusão mental e sensibilidade à luz.DIAGNÓSTICOTodos os tipos de meningite são de comunicação compulsória para as autoridades sanitárias. O diagnóstico baseia-se na avaliação clínica do paciente e no exame do líquor, líquido que envolve o sistema nervoso, para identificar o tipo do agente infeccioso envolvido.TRATAMENTOO tratamento das meningites bacterianas tem de ser introduzido sem perda de tempo, porque a doença pode ser letal ou deixar sequelas, como surdez, dificuldade de aprendizagem, comprometimento cerebral. Assim como para as outras enfermidades causadas por vírus, não existe tratamento específico para as meningites virais.Na vidência de algum dos sinais ou sintomas informados procure um serviço médico.
 

Informativo da Saúde • Diferença entre DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA

Dengue, Zika e Chikungunya são três infecções transmitidas pelos mesmos vetores, os mosquitos AEDES AEGYPITI E O AEDES ALBOPICTUS. Elas possuem sintomas parecidos, mas algumas caraterísticas podem ajudar a diferenciá-las.Não existe tratamento específico para as infecções por estes vírus. A orientação do Ministério da Saúde é que na presença de qualquer sintoma, o paciente procure a unidade de saúde mais próxima. Além disso, recomenda-se fazer repouso e ingerir bastante líquido durante os dias de manifestação da doença. Alguns medicamentos como AAS e outros anti-inflamatórios, podem aumentar as complicações hemorrágicas, principalmente em caso de dengue. Por isso, ao apresentar os sintomas a pessoa não deve se automedicar.COMBATE A DENGUE• Mantenha a caixa d´água sempre fechada com tampa adequada.• Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.• Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje.• Mantenha bem tampados tonéis e barris de água.• Guarde garrafas sempre de cabeça para baixo.• Entregue seus pneus velhos ao serviço de limpeza urbana ou guarde-os sem água em local coberto e abrigados da chuva.• Se você tiver vasos de plantas aquáticas, troque a água e lave o vado principalmente por dentro com escova, água e sabão pelo menos uma vez por semana. • Lave semanalmente por dentro com escovas e sabão os tanques utilizados para armazenar água.