INFORMATIVO DA SAÚDE • PROTETOR SOLAR

O FATOR DE PROTEÇÃO SOLAR (FPS) É UM ÍNDICE QUE DETERMINA O TEMPO DE EXPOSIÇÃO AOS RAIOS SOLARES, COM A PELE DEVIDAMENTE PROTEGIDA, SEM QUE OCORRA A VERMELHIDÃO, GERADA PELA DILATAÇÃO DOS VASOS SANGUÍNEOS.

Imagine que o tempo de exposição ao Sol capaz de gerar a vermelhidão em um indivíduo com a pele desprotegida seja de 5 minutos.
Com o uso de um protetor solar de FPS 20, esse tempo será 20 vezes maior, assim, o indivíduo poderá permanecer exposto aos raios solares por até 100 minutos sem sofrer danos. (20x5=100)

RAIOS UVA E UVB

Os raios UVA penetram profundamente na pele e são os principais responsáveis pelo envelhecimento das células da epiderme. Essa radiação também tem uma participação em alergias, e predispõe a pele ao surgimento do câncer.

A radiação UVB é mais intensa durante o verão, devido as elevadas temperaturas, predominantemente entre as 10h da manhã e às 16h da tarde. Esta radiação penetra superficialmente a pele e é a responsável pelas queimaduras provocadas pelo sol.

ENTÃO, O QUE DEVEMOS OBSERVAR NO RÓTULO DE UM FILTRO SOLAR?

Para não errar na escolha do produto, entenda as informações contidas no rótulo:
Encontre o termo “amplo espectro”. Isso significa que o filtro solar pode proteger sua pele dos dois tipos de raios UV prejudiciais – os raios UVA e UVB, além do infravermelho e luz visível;
Fique atento ao FPS. Para uma proteção eficaz da pele, recomenda-se filtro solar com índice de FPS 30 ou superior; O FPS indica a proteção aos raios UVB. Outra informação muito importante é o PPD, que mede a proteção ao UVA. Um bom PPD deve corresponder a 30% do valor do FPS. Por exemplo, se o FPS é 30, o PPD deve ser, no mínimo 10;

Resistente à água.
Isso significa que o filtro solar vai durar mais tempo na pele, ainda que a mesma esteja molhada. Note que nem todos os filtros solares são resistentes à água;

Reaplicação do filtro solar.
Sempre reaplicar o filtro solar após sudorese intensa/ prática de esportes, após entrar na água e a cada 3 horas;

Filtro Solar sem repelente de insetos.
Há filtros que possuem também repelentes de insetos, porém, dermatologistas recomendam comprar os produtos separadamente, isso porque o repelente deve ser reaplicado com menos frequência que os filtro solar. O filtro solar sempre deve ser aplicado antes do repelente

 

Informativo da Saúde • Diferença entre DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA

Dengue, Zika e Chikungunya são três infecções transmitidas pelos mesmos vetores, os mosquitos AEDES AEGYPITI E O AEDES ALBOPICTUS. Elas possuem sintomas parecidos, mas algumas caraterísticas podem ajudar a diferenciá-las.Não existe tratamento específico para as infecções por estes vírus. A orientação do Ministério da Saúde é que na presença de qualquer sintoma, o paciente procure a unidade de saúde mais próxima. Além disso, recomenda-se fazer repouso e ingerir bastante líquido durante os dias de manifestação da doença. Alguns medicamentos como AAS e outros anti-inflamatórios, podem aumentar as complicações hemorrágicas, principalmente em caso de dengue. Por isso, ao apresentar os sintomas a pessoa não deve se automedicar.COMBATE A DENGUE• Mantenha a caixa d´água sempre fechada com tampa adequada.• Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.• Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje.• Mantenha bem tampados tonéis e barris de água.• Guarde garrafas sempre de cabeça para baixo.• Entregue seus pneus velhos ao serviço de limpeza urbana ou guarde-os sem água em local coberto e abrigados da chuva.• Se você tiver vasos de plantas aquáticas, troque a água e lave o vado principalmente por dentro com escova, água e sabão pelo menos uma vez por semana. • Lave semanalmente por dentro com escovas e sabão os tanques utilizados para armazenar água.
 

03 de Março • Dia Mundial da Audição

Esse dia escolhido pela Organização Mundial de Saúde para celebrar a audição, com a intenção de promover o debate sobre questões de saúde auditiva. Em todo o mundo, 360 milhões de pessoas sofrem, atualmente, de problemas auditivos, que se devem a causas diversas: doenças infeciosas, questões genéticas, complicações no momento do nascimento, uso de certos fármacos, excesso de ruído e envelhecimento.Você já observou o quanto é crescente a utilização de fone de ouvido pela população? Saímos de casa com eles em nossos ouvidos e seguimos com eles em nossa jornada de trabalho (e em muitas vezes, na volta para casa também!). Toda essa nova utilização do fone de ouvido tem preocupado as organizações internacionais e, conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS) a perda auditiva já é considerada uma epidemia.COMO RECONHECER PERDA AUDITIVATivemos um importante progresso durante a última década na compreensão do sistema auditivo e as seguintes perguntas ajudarão a reconhecer perda auditiva e determinar se você precisa ter sua audição avaliada por um médico:1. Você tem dificuldade de ouvir quando está ao telefone?(   )Sim (   )Não2. Você tem dificuldade para seguir a conversa quando duas ou mais pessoas estão falando ao mesmo tempo?(   )Sim (   )Não3. As pessoas se queixam que você deixa o volume da TV muito alto? (   )Sim (   )Não4. Você tem de se esforçar para entender uma conversa?(   )Sim (   )Não5. Você tem problemas em ouvir quando há algum ruído ao seu redor?(   )Sim (   )Não6. Você pede para que as pessoas repitam o que foi dito? (   )Sim (   )Não7. Você acha que a maioria das pessoas que você conversa parece estarmurmurando?(   )Sim (   )Não8. Você responde inadequadamente quando não compreende a uma pergunta?(   )Sim (   )Não9. Você tem dificuldades em entender o discurso  de mulheres e crianças?(   )Sim (   )NãoSE VOCÊ RESPONDEU “SIM” A TRÊS OU MAIS DESSAS PERGUNTAS, PROCURE UM OTORRINOLARINGOLOGISTA.QUAIS SÃO OS TRATAMENTOS PARA A PERDA AUDITIVA?Existem diferentes tratamentos para a perda auditiva, mas sempre consulte um especialista.Se você não tratou antes e está com perda moderada severa, a solução são os aparelhos auditivos que tem como finalidade ajudar as pessoas com perda auditiva a perceber os sons.
 

Informativo da Saúde • Dia Mundial do Câncer

Criado em 2005 pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), o Dia Mundial do Câncer é celebrado em 04 de fevereiro e tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a doença, que mata 8,3 milhões de pessoas por ano no mundo.A data visa mobilizar pessoas e organizações no mundo todo para reforçar a importância de adoção de hábitos saudáveis, atitudes de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento.Não fume! Essa é a regra mais importante para prevenir o câncer, principalmente os de pulmão, cavidade oral, laringe, faringe e esôfago. Ao fumar, são liberadas no ambiente mais de 4.700 substâncias tóxicas e cancerígenas que são inaladas por fumantes e não fumantes.Alimentação saudável protege contra o câncer. A alimentação deve ser variada, equilibrada, saborosa, respeitar a cultura e proporcionar prazer e saúde. Frutas, legumes, verduras, cereais integrais e feijões são os principais alimentos protetores. Mantenha o peso corporal adequado.Estar acima do peso aumenta as chances de desenvolver câncer. Por isso, é importante controlar o peso por meio de uma boa alimentação e manter-se ativo. Pratique atividades físicas diariamente. A atividade física consiste na iniciativa de se movimentar, de acordo com a rotina de cada um. Você pode, por exemplo, caminhar, dançar, trocar o elevador pelas escadas ou levar o cachorro para passear.Amamente.O aleitamento materno é a primeira alimentação saudável. A amamentação exclusiva até os seis meses de vida protege as mães contra o câncer de mama e as crianças contra a obesidade infantil. Mulheres sexualmente ativas, devem fazer um exame preventivo ginecológico anualmente.As alterações das células do útero são descobertas facilmente no exame preventivo, e são curáveis na quase totalidade dos casos. Por isso, é importante a realização periódica deste exame. Tão importante quanto fazer o exame é saber o resultado e seguir as orientações médicas. Evite a ingestão de bebidas alcoólicas. Seu consumo, em qualquer quantidade, contribui para o risco de desenvolver câncer. Além disso, combinar bebidas alcoólicas com o tabaco aumenta a possibilidade do surgimento da doença.Homens a partir de 40 anos com fator genético e a partir de 50 anos de idade.Devem fazer anualmente o exame de próstata.